Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Follow by Email

Translate

Seguidores

quarta-feira, 23 de abril de 2008

Aramaico (Alan Unterman)

UNTERMAN, Alan. Dicionário judaico de lendas e tradições. Trad. Paulo Geiger. Rio de Janeiro: JZE, 1992. p.29-30: "Língua semítica aparentada do HEBRAICO. Na antigüidade o aramaico foi falado por todo o Oriente Próximo, e tornou-se parte integrante da cultura lingüística judaica. Existe mesmo uma versão talmúdica segundo a qual Adão falava aramaico. Diferentes dialetos do aramaico, representando formas palestinas e babilônicas, são encontrados na literatura judaica. Grandes seções da Bíblia (os livros de Daniel e de Esdras) são em aramaico, como o são os textos do TARGUM e da maior parte do TALMUD. O Zohar é escrito num aramaico literário. As partes da liturgia que eram voltadas para uso popular são também em aramaico, como, por exemplo, o KADISH dos enlutados, recitado pelos judeus que não haviam aprendido hebraico o bastante para utilizá-lo nos serviços religiosos. Dizia-se no entanto que, como os anjos que conduzem as orações a Deus não compreendem aramaico, é melhor não rezar nessa língua. Na maioria das comunidades o documento de casamento (KETUBÁ) ainda é escrito em aramaico babilônico".

Nenhum comentário: