Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Follow by Email

Translate

Seguidores

terça-feira, 8 de janeiro de 2008

História da Língua Hebraica (3)

Continuação da proposta do tópico anterior. Abordagem sobre os estudos da língua hebraica – “hebraico bíblico”.


Hebraico Bíblico (AUTH)[1]

Períodos

Características – Contexto Histórico

1ª fase

aproximadamente do ano 1000 até
o ano 100 a.E.C.

As palavras eram escritas só com as consoantes. E estas não eram escritas do mesmo jeito em todos os lugares. Depois do exílio da Babilônia, por volta do ano 538 a.E.C., a escrita das consoantes começou a tomar a forma quadrada, como é até hoje no hebraico bíblico.

2ª fase

do ano 100 a.E.C.
ao ano 500 E.C.

Nesse período é fixada uma forma única de escrever as consoantes.

3ª fase

do ano 500 ao
ano 900 E.C.

Nesse período, a língua chega a adquirir sua estabilidade com o acréscimo e fixação das vogais, O trabalho de unificar as consoantes e acrescentar as vogais foi definitivamente sistematizado no século IX E.C. por um grupo de judeus de Tiberíades, estudiosos da Bíblia, chamados de massoretas, que colocavam por escrito todas as tradições orais que diziam respeito ao texto bíblico e, em particular, ao modo de lê-lo e escrevê-lo.



[1] Adaptado de: AUTH, Romi. Bíblia, comunicação entre Deus e o povo. São Paulo: Paulinas, 2001. p.22-23. (Bíblia em comunidade, 1).

Nenhum comentário: