Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

Google+ Followers

Follow by Email

Translate

Seguidores

sexta-feira, 1 de maio de 2015

Árabe, fale hebraico: a língua como último reduto da batalha identitária do árabe israelense

Resumo: A língua é um componente importante quando abordamos a questão da identidade. No caso das crônicas do escritor árabe israelense Sayed Kashua, a temática da língua de escrita aparece quase que de maneira obsessiva. A maneira como Kashua trata o tema da língua não é convencional e nem poderia ser. Sayed Kashua é um árabe israelense que escreve toda a sua obra ficcional e jornalística em hebraico. Baseando-se na análise de diversas crônicas do autor publicadas no jornal israelense Haaretz, este artigo analisa como Kashua lida com a língua como uma ferramenta de identidade. Por meio do humor e da autoironia, este árabe israelense transita entre culturas, fidelidades e infidelidades e coloca a língua, tanto o hebraico quanto o árabe, no centro da batalha identitária e último reduto do árabe em contato com o ethos judaico israelense.

Nenhum comentário: